quinta-feira, 4 de outubro de 2012

para quem se preocupa comigo...




Voltou a dar-me uma crise daquelas. Talvez nunca vos tenha dito mas às vezes naqueles dias de  ''menos humor'' que todos e todas nós temos eu fico muito diferente mesmo. Quando me apanho sozinha começo a chorar que nem uma parvita mesmo. No fundo, eu sei pelo que é. Sim, dói ver casais abraçados no meio daquela escola e eu não poder abraçar o meu. Não poder andar na mesma escola do que ele. Não poder dar-lhe um abraço diariamente e saber que a culpa de tudo isto é minha, dói muito.
Não vejo a hora de vivermos juntos, garanto.

5 comentários:

lu de lúcia disse...

olha viver junto não é nenhum mar de rosas. e ainda têm muito para aprender sobre vocês :$

Luana* disse...

Eu também estou assim querida e, por norma, compreendo-te perfeitamente. O meu namorado e eu estamos na mesma escola, mas em turmas separadas e para não falar dos horários. Eu tenho intervalo a uma hora e ele à outra por isso NUNCA nos encontramos. Nunca mesmo. Nem sequer um dia nos conseguimos encontrar nos intervalos. Só mesmo quando é para almoçar, e raramente almoçamos lá... Ele vai a casa e eu vou a um café com as minhas amigas. A nossa relação está a ficar "má" quanto a isso, mas ambos sabemos que o nosso amor é mais forte do que esses obstáculos, tens de ser forte querida :)

Quinn disse...

Ohhh, nao podes ficar assim. Mais tarde ou mais cedo vocês vão estar juntos todos os dias (:

Nix disse...

Deve ser complicado, mas não é o fim do mundo, anima-te May ((:

Manganet disse...

Eu prefereria assim, pelo menos estar com ele não se torna uma rotina :)